NOTÍCIAS

"A espera não pode matar a esperança!"

Respeitando normas do decreto municipal Nº 59.349, a Renascer em Cristo retomou suas atividades presenciais, com máximo de 30% de sua capacidade; uso obrigatório de máscara; álcool gel disponível; distanciamento social e restrição ao grupo de risco.

Para que todos fossem ministrados, os cultos deste domingo (07) também foram transmitidos pela Rede Gospel de Televisão e via Facebook e YouTube.


As palavras foram ministradas pelo Apóstolo Estevam Hernandes e pela Bispa Sonia Hernandes, com base no tema “O Tabernáculo do Senhor”. Acompanhe, a seguir, o resumo:


Atos 2.1 a 12: “Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar;  de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.


Ora, estavam habitando em Jerusalém judeus, homens piedosos, vindos de todas as nações debaixo do céu. Quando, pois, se fez ouvir aquela voz, afluiu a multidão, que se possuiu de perplexidade, porquanto cada um os ouvia falar na sua própria língua. Estavam, pois, atônitos e se admiravam, dizendo: Vede! Não são, porventura, galileus todos esses que aí estão falando? E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna?

Somos partos, medos, elamitas e os naturais da Mesopotâmia, Judeia, Capadócia, Ponto e Ásia, da Frígia, da Panfília, do Egito e das regiões da Líbia, nas imediações de Cirene, e romanos que aqui residem, tanto judeus como prosélitos, cretenses e arábios. Como os ouvimos falar em nossas próprias línguas as grandezas de Deus? Todos, atônitos e perplexos, interpelavam uns aos outros: Que quer isto dizer?”


Jesus havia ordenado aos discípulos que ficassem em Jerusalém para serem revestidos de poder. O objetivo era prepará-los espiritualmente para que eles tivessem todas as condições necessárias para executar a missão de levar a mensagem do evangelho aos confins da Terra.

Atos 1.8: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra.”

Muitas pessoas não sabem qual era o verdadeiro contexto em que eles se encontraram. Era um tempo de muita pressão, angústia e perseguição.

Por isso, eles precisavam permanecer por um tempo reclusos no cenáculo, pois Deus os estava preparando para o momento que dividiu a história da humanidade: o derramar do Espírito Santo!

Precisamos ter consciência de que:

1- Precisamos vencer as crises que são resultantes do confinamento.


Como? Andando em comunhão e em concordância, assim como os discípulos que permaneceram juntos durante 40 dias dentro do cenáculo.

Foram 40 dias sem ter contato nenhum com nada nem com ninguém! Como eles conseguiram manter uma boa convivência? Com a consciência de que o propósito era maior do que as diferenças que havia entre eles!

Salmos 133.1 a 3: “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o Senhor a sua bênção e a vida para sempre.”


Um dos objetivos de Satanás nesta fase de isolamento social é promover a divisão nos lares! A melhor maneira de impedirmos isso é mantendo o respeito, a tolerância e, acima de tudo, o amor!


Não é tempo de medir forças, é tempo de unir forças, pois todos nós estamos no mesmo barco!


2- Precisamos ter paciência e respeitar os ciclos


Entre a palavra liberada e a promessa, há um período de espera! Para alcançá-las, precisamos de preparo, paciência e perseverança!


Eclesiastes 3.1 a 5: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar;  tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar...”


Hebreus 10.35: “Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.”


O Espírito Santo só se manifestou quando completou o período da quarentena! Precisamos aprender a esperar em Deus, pois nossas deduções acabam nos levando à precipitação, que interrompe os planos do Senhor!


Não permita que a espera mate sua esperança!


Salmos 40.1: “Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro.”


3- Independente das circunstâncias, as promessas se cumprirão


Josué 21.45: “Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara à casa de Israel; tudo se cumpriu.”


Isaías 55.11: “... assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei.”


Não entregue os pontos! Lembre-se de que as promessas sempre serão maiores que os problemas!


As circunstâncias, os cenários e as pessoas podem mudar, mas Deus não!

Em vez de se entregar ao desespero, entregue suas vidas nas mãos do Senhor, pois é Ele quem vai completar a sua história!


Acompanhe, no vídeo abaixo, a ministração na íntegra:


Redação

20 visualizações

INSCREVA-SE

E FIQUE POR DENTRO

© 2020 | Rede Gospel de Televisão

 

Fale Conosco

(11) 3207.5327

Av. Lins de Vasconcelos, 1410

Cambuci, São Paulo - SP

#ONDE

VOCÊ

ESTIVER

  • Home
  • Youtube
  • Instagram
  • Facebook
  • Rágio Gospel FM
  • Renascer em Cristo