NOTÍCIAS

Como se desenvolver em tempos de crise?


Nesta segunda-feira (04), por conta da quarentena, o Prosperity Coaching foi transmitido pela Rede Gospel de Televisão e via YouTube.

No período da noite, o Apóstolo Estevam Hernandes trouxe uma mensagem de reflexão com base no texto bíblico abaixo:


Mateus 25.14 a 30: “Pois será como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes confiou os seus bens. A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade; e, então, partiu. O que recebera cinco talentos saiu imediatamente a negociar com eles e ganhou outros cinco. Do mesmo modo, o que recebera dois ganhou outros dois. Mas o que recebera um, saindo, abriu uma cova e escondeu o dinheiro do seu senhor.


Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles. Então, aproximando-se o que recebera cinco talentos, entregou outros cinco, dizendo: Senhor, confiaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei. Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. E, aproximando-se também o que recebera dois talentos, disse: Senhor, dois talentos me confiaste; aqui tens outros dois que ganhei.


Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse: Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste, receoso, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.


Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez. Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. E o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.”


Nesta passagem, Jesus Cristo conta para os seus discípulos a Parábola dos Talentos, e Ele fala sobre um senhor que confiou determinada quantidade de talentos para seus servos. Este senhor tipifica o nosso Deus. Ele, como nosso Pai, concedeu para cada uma de nós talentos, de acordo com os propósitos d’Ele.


Nós precisamos tomar cuidado com a autossabotagem. Quando não temos consciência do nosso potencial, vivemos de maneira disfuncional. Aquele servo que recebeu apenas um talento não entendeu este princípio. Seu comodismo lhe custou muito caro.


Em vez de desenvolver o potencial dele, preferiu se esconder, preferiu ficar se comparado com aqueles que receberam mais ou, simplesmente, ficou enclausurado em suas inseguranças. Muitas pessoas acabam cometendo o mesmo erro e fecham grandes portas, pois não se enxergam capazes.


“A situação pela qual você está passando e o cargo que você ocupa não definem quem você é! Enquanto você se enxergar inferior, sempre será um profissional limitado”, conscientizou o líder da Renascer. 


E como ter todo o meu potencial liberado e multiplicar talentos? Acompanhe, no vídeo abaixo, as dicas do Apóstolo Estevam:


Redação

8 visualizações

INSCREVA-SE

E FIQUE POR DENTRO

© 2020 | Rede Gospel de Televisão

 

Fale Conosco

(11) 3207.5327

Av. Lins de Vasconcelos, 1410

Cambuci, São Paulo - SP

#ONDE

VOCÊ

ESTIVER

  • Home
  • Youtube
  • Instagram
  • Facebook
  • Rágio Gospel FM
  • Renascer em Cristo