NOTÍCIAS

"Um encontro com Deus pode mudar nossa história"


O Encontro do Vau de Jaboque foi o tema de um dos cultos de Celebração da Família realizados nas igrejas Renascer em Cristo.


No Renascer Hall, sede internacional da Igreja Renascer em Cristo, a palavra foi ministrada pelo Apóstolo Estevam Hernandes e pela Bispa Sonia Hernandes, que falaram sobre o processo de transformação de Jacó para Israel.


"A experiência de Jacó no Vau de Jaboque é um dos mais extraordinários relatos de quem se encontra com Deus e sofre de maneira permanente uma transformação radical. Aquele encontro transformou não só o nome de Jacó, mas a sua vida por completo”, afirmou o Apóstolo.

Acompanhe, a seguir, o resumo da ministração e o vídeo com o culto na íntegra:


Gênesis 32.22 a 31: “Levantou-se naquela mesma noite, tomou suas duas mulheres, suas duas servas e seus onze filhos e transpôs o vau de Jaboque. Tomou-os e fê-los passar o ribeiro; fez passar tudo o que lhe pertencia, ficando ele só; e lutava com ele um homem, até ao romper do dia. Vendo este que não podia com ele, tocou-lhe na articulação da coxa; deslocou-se a junta da coxa de Jacó, na luta com o homem.


Disse este: Deixa-me ir, pois já rompeu o dia. Respondeu Jacó: Não te deixarei ir se me não abençoares. Perguntou-lhe, pois: Como te chamas? Ele respondeu: Jacó. Então, disse: Já não te chamarás Jacó, e sim Israel, pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste. Tornou Jacó: Dize, rogo-te, como te chamas? Respondeu ele: Por que perguntas pelo meu nome? E o abençoou ali. Àquele lugar chamou Jacó Peniel, pois disse: Vi a Deus face a face, e a minha vida foi salva. Nasceu-lhe o sol, quando ele atravessava Peniel; e manquejava de uma coxa.”


Gênesis 28.20 a 22: “Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista, de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o Senhor será o meu Deus; e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo.”

Depois de passar mais de 14 anos na casa de Labão, Jacó recebe a visita do Anjo do Senhor. Era chegada a hora de ele voltar para a terra de seus pais.


Jacó precisou enfrentar três desafios para cumprir aquela missão:


#1 DESLIGAR-SE DE LABÃO, ROMPENDO VÍNCULOS EMOCIONAIS;

#2 REENCONTRAR-SE COM SEU IRMÃO ESAÚ, DE QUEM ELE HAVIA FUGIDO;

#3 ADAPTAR-SE ÀS TERRAS DE ABRAÃO.

Jacó escolhe obedecer à voz do Senhor e supera cada uma dessas barreiras, pois sabia as promessas eram maiores do que os problemas que ele teria de encarar. Além disso, ele sabia que andar debaixo da vontade de Deus era o melhor para todos. Jacó era um homem de fé, mas que precisava descobrir e desenvolver sua verdadeira identidade: Israel.


O que a jornada dele nos ensina?


1- QUE NÃO PODEMOS NOS ACOMODAR E NOS CONFORMAR COM A NOSSA REALIDADE


Se Jacó não tivesse tomado uma atitude, passaria a vida toda sendo explorado pelo sogro.


2- QUE UM ENCONTRO COM DEUS PODE MUDAR A NOSSA HISTÓRIA

Naquele encontro, nasceu a nação de Israel.


Gênesis 32.28: “Então, disse: Já não te chamarás Jacó, e sim Israel, pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste.”


3- QUE DEUS SEMPRE PODE NOS SURPREENDER


Hebreus 1.5: “Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei Pai, e ele me será Filho?”


Depois de ter sido marcado pelo Anjo do Senhor, chegou o momento de Jacó se encontrar com Esaú, que o havia jurado de morte. Mas aquele encontro foi surpreendente. Em vez de um confronto, houve uma reconciliação!


Gênesis 33.4: “Então, Esaú correu-lhe ao encontro e o abraçou; arrojou-se-lhe ao pescoço e o beijou; e choraram.”


Quando entramos no plano de Deus e nos tornamos a não que Ele formou, as bênçãos d´Ele nos alcançam.


Ainda na velhice, Jacó gerou José, que garantiu às futuras gerações um bom futuro.



Redação

<